"A arte é a mentira que nos permite conhecer a verdade." Pablo Picasso

Michele Monstans

30 anos, 1,61m, 52kg, Man36 DRT 31158SP
Trabalhou em mais de 30 produções entre Publicidade, Cinema, Tv e Teatro.
Michele Monstans tem veia artística e dedica-se a uma nova geração de atores, já foi integrante da Cia de Arte Nova para desenvolvimento de projetos, atualmente tem grupo D'Three Ladies.)
Contatos: Fabio Rios 21 9983131909
fabio.rios@fabiorios.art.br

Workshop com Preparador Sergio Penna

Workshop com Preparador Sergio Penna

Diário de Bordo por  Michele Hayashi, atriz.

Rio de Janeiro - novembro 2011

 

Foi lançada uma garrafa com um bilhete singelo ao mar...

e por minha sorte... foi nas mãos do Sergio Penna que este bilhete se revelou...

“Vai que”, e assim foi meu final de semana, uma caixinha de surpresas que se mostrou diante dos meus olhos, dos meus ouvidos, da minha pele.

Esse gênio que é um grande Preparador de Atores se tornou pra mim um grande Mestre.

Ao mergulhar no seu universo já percebi a grandeza do seu trabalho, ouvir falar é uma coisa, mas sentir na pele...  arrepios e calafrios não bastaram, pude ter a certeza de que mais que tudo nesta vida, é o que eu quero!

Sem improvisação, sem texto, sem dor. Através da desconstrução, do vazio, é que se inicia a partida. É a conexão com o seu “eu”, percebendo sua respiração e os ritmos que ela pode alcançar revelando assim a sua alma, a sua música.

A composição instantânea, sem forma e em tempo real constrói a memória do personagem.

Trabalhar a “memória”, era o que muitos escritores e estudiosos como Stanislavski e Kusnet, por exemplo, já diziam. Eles passaram a vida sistematizando um conjunto de regras, diretrizes e exercícios que pudessem dar a qualquer ator o "instrumento" com o qual pudesse atuar de forma melhor possível, além de conseguir o total controle físico sobre si mesmo.

E é tão simples o que o Sergio Penna faz, conecte-se com você, você descobrirá um universo que nem imagina ter e que existisse.

Uma experiência que ficará amalgamada em todos os trabalhos que eu realizar como atriz.

Foram 20 horas que se expandiram numa eterna vivência!

 

O ator é dor, o ator é amor, o ator é a loucura na beira de um precipício. Outrar-se, tornar-se o outro, como diria meu amigo Sergio Penna, é viver dos encontros e desencontros das nossas emoções, das nossas sensações e buscar no âmago do seu ser o que tem de melhor! Acho que todo artista é loucos. Então somos todos loucos!

 

Haikai: "O som interno reververa a natureza a minha volta"

 

                                                                                                                                                                            Michele Hayashi